Sábado, 31 de Maio de 2008

MFL e o PPD/PSDividido

A senhora de ferro, Manuela Ferreira Leite, chega a presidente do PPD/PSD. Com uma margem apertada, apenas com 37,6 pontos percentuais, terá uma missão bastante complicada pela frente. Começando logo pela legitimidade, que apesar de a ter, sendo que ganhou democraticamente as eleições, mas a verdade é que a vantagem que teve, para uma senhora que pretende ganhar ao PS nas legislativas, é bastante escassa no seu próprio partido o que pode ser visto como uma certa falta de confiança e fragilizar a sua posição. Como resolver esta questão? A solução passaria por unir o partido. Será possível? É difícil, numa altura em que Santana Lopes consegue o apoio de quase um terço do partido e que demonstra que afinal não é o fim da sua carreira política e pode estar bem vivo e activo para o futuro e ainda quando Pedro Passos Coelho, que reúne apoios de bastantes quadros, o aparelho, do partido, está numa fase de afirmação e poderá estar mais interessado em 2009 e com intenções de marcar já posição, como à frente explicarei. Com estes dois senhores activos, se não tiverem uma postura colaboradora com MFL, este pode ser um mandato bem difícil para MFL, não esquecendo ainda que terá sempre a voz critica de Luís Filipe Menezes, um inimigo público que conta ainda com muitos apoios no aparelho ( que se dividiram entre PPC e SL, o que até acabou por contribuir para a vitória de MFL).

 

Subsistem outros problemas: o PSD contínua a não ter o seu líder no parlamento, o que não permite um combate directo com José Sócrates e um pouco mais de visibilidade. Para além disto, a campanha para líder do partido, apesar da operação de marketing que MFL fez, dando conta das suas preocupações sociais, ficou manchada pela posição frágil de MFL nos debates, pela sua falta de conhecimento nas várias pastas da actualidade e ainda por uma manifesta falta de ideias para o futuro do país. Aquela que é vista como uma campanha inovadora pela sinceridade e falta de promessas, pode ter consequências negativas pois o país anseia por respostas e não meios termos, e se a sinceridade reinar mesmo, o PS até fica beneficiado.

 

Aqui entra a questão do embate directo entre MFL e José Sócrates. MFL é ainda recordada pelo terror da sua passagem pelo governo, por péssimos resultados e nada fez para provar que poderá ter melhor resultados desta vez e melhorar a sua imagem. Para além disso, a sua posição de concordância com o actual primeiro ministro na questão dos impostos, fragiliza a sua posição no eleitorado «fixo» do PSD e naquele que poderia mudar do PS para o PSD por estar insatisfeito. Em termos de debate, MFL que deixou um imagem fraca com já mencionei, terá pela frente aquele que é um experiente e muito activo político,  que com presenças frequentes na Assembleia da República não teria qualquer problema em atropelar MFL como se tratasse de uma locomotiva. Isto quando falamos de um governo que apesar de tudo, das reformas e medidas polémicas para alguns, continua a ser um governo popular e ainda com possibilidades de manter a maioria absoluta, como se espera e verifica pelas sondagens. Este cenário de rigor excessivo, sem grandes ideias ou resultados, um imagem cinzenta que não combatida ou alterada leva a que se espere mais uma votação histórica para a esquerda portuguesa, onde o BE pode ser o mais beneficiado.

 

Está visto que muito trabalho está pela frente de MFL, com grandes expectativas para a equipa que conseguirá montar, num partido fragmentado, para as eleições do próximo ano. Assim, tudo leva a crer que esta é uma liderança passageira, pois muito dificilmente terá sucesso no próximo ano, ficando no ar que se vai preparando Rui Rio. Aqui entra o interesse de Pedro Passos Coelho marcar já posição, pois MFL que perdendo não se deve manter como líder da oposição, abrirá caminho a mais uma luta pela liderança do partido. Uma coisa é verdade, hoje foi uma grande derrota para Luís Filipe Menezes e o seu aparelho, grandes caciques do PSD tiveram hoje um dia muito mau. A liderança do PSD é no meu entender um capitulo em aberto com expectativa para assistir às cenas dos próximos capítulos.

publicado por Luís Pereira às 20:29
link do post | comentar

Sobre nós

Benvindo ao Blog do Núcleo de Estudantes Socialistas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local de discussão política e fraterna, à esquerda da indiferença, mas sempre no centro da participação.

Site Oficial do NES/FDL

Site Oficial da JS

Site da FDL

Contribuidores

PS TV

JS TV

Últimas PS

Jovem Socialista

Carregue na imagem para ver o Jovem Socialista número 468

Órgão Nacional de Comunicação da JS

Jornais

Ficha de Militante da JS

Carregue na imagem para sacar a Ficha de Militante da Juventude Socialista

Junte-se ao NES/FDL!

Ficha de Militante do PS

Carregue na imagem para sacar a Ficha de Militante do Partido Socialista

Junte-se ao PS!

arquivos

Setembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

participar

participe neste blog

blogs SAPO

subscrever feeds