Segunda-feira, 7 de Maio de 2007

Sentenças



O domingo de ontem mostrou-se um dia bastante escuro para a Esquerda.

Lá por fora, Nicolas Sarkozy venceu as eleições presidenciais em França, ultrapassando, na segunda volta, a candidata da Esquerda, Ségolène Royal.
O candidato conservador obteve mais de 53% dos votos.
Ségolène prometeu continuar do lado dos franceses e ficar "atenta" às políticas que irão ser tomadas pelo novo Presidente.
Apesar de tudo, creio que a derrota não terá sido assim tão amarga. Ségolène mostrou bom perder e Sarkozy mostrou respeito pela adversária política. Esperemos que consiga ajudar a solucionar a questão dos imigrantes, tal como prometeu, e que a sua eleição seja uma lufada de ar fresco na economia francesa que tem dado sinais de declínio.
Infelizmente, não foi possível virar a presidência da França à esquerda. Também não foi desta vez que, em França, uma mulher foi eleita, pela primeira vez, Presidente da República.

Por cá, Alberto João Jardim foi reeleito Presidente do Governo Regional da Madeira.
Que Jardim seria reeleito já todos sabíamos. A derrota pesa, isso sim, pela expressividade que atingiu. Veja-se que João Jardim obteve mais de 64% dos votos.
Pior, o PS (com Jacinto Serrão enquanto candidato) caiu 12% desde 2004. Há que tirar ilações destes números. Em primeiro, Jardim não obteve esta vitória (a sua segunda maior de sempre) com a "obra-feita" de que falou Marques Mendes. Terá então sido pelo descontentamento com a Lei das Finanças Regionais? Possivelmente. A Justiça e a Solidariedade nacional são pontos muito importantes quando são outros, que não nós, a serem Justos e Solidários.
Jardim terá sido ajudado pela forte, ilícita, agressiva e suja campanha que fez. Nada a que não estejamos habituados. Terá sido ajudado também pela fraqueza do PS em se afirmar positivamente naquela Ilha. E terá sido ajudado pela promulgação da Lei das Finanças Regionais (que prevê cortes orçamentais para a Madeira).

De qualquer forma, o PS já afirmou que não alterará uma vírgula à Lei das Finanças Regionais.
Por isso o eleitorado madeirense escolheu Jardim, mas não me importo. Se for esse o preço a pagar por um país mais fraterno, mais solidário, mais justo e com uma riqueza mais igual e mais distribuída, não me importo.
Afinal, o domingo até nem foi assim tão mau.

publicado por Fábio Raposo às 23:45
link do post
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Sobre nós

Benvindo ao Blog do Núcleo de Estudantes Socialistas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local de discussão política e fraterna, à esquerda da indiferença, mas sempre no centro da participação.

Site Oficial do NES/FDL

Site Oficial da JS

Site da FDL

Contribuidores

arquivos

Setembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

participar

participe neste blog

blogs SAPO

subscrever feeds