Sexta-feira, 13 de Julho de 2007

O português tem de se ajudar a si próprio

Estava eu a vêr o telejornal quando oiço a bela pérola do senhor Paulo Portas:
"Vamos correr com o socialismo."

Bem a questão que imediatamente me passou pela cabeça foi: será que a culpa para a situação do país é mesmo do socialismo?
É óbvio, ainda por cima sendo eu socialista convicto, que o problema não passará por aí. O problema de Portugal... é o português. Sim, por mais estranho que pareça, na minha mais modesta e sincera opinião, é a explicação mais lógica e acertada de todas. O português queixa-se da sua má sorte: compra qualquer coisa e nem pede factura. O patrão português lamenta-se: mas tem abono e recebe subsídio escolar para os filhos enquanto os filhos dos empregados recebem menos abono e se calhar nem subsídio escolar têm, isto porque um é honesto e declara o que verdadeiramente ganha, o patrão que se queixa declara o salário minimo e abre mais um restaurante pouco tempo depois. O português chora, mas nunca teve tantos luxos, queixa-se da crise,do governo e da falta de trabalho, por exemplo na construcção cívil, mas tem uma empresa, entre-aspas, faz trabalhos de construcção civil mas não passa facturas isto até porque nem colectado é - mais para ele fica - e face a indiferença do cliente, que desde que pague menos... o cliente não percebe é que depois acabará por pagar por isso. O mesmo pensamento se passa quando alguém se dirige a uma feira: Portugal é dos países que mais perde em termos fiscais pois uma grande fatia de dinheiro vai para estes negócios onde nada é declarado e quem fica a perder? O Governo... mas acima de tudo o próprio português! Estes exemplos entre muitos outros que podiam ter sido dados.

Como se pode compreender, o português é hipócrita: lamenta-se mas nada faz para alterar a situação (pedindo facturas por exemplo que obrigariam os empresários a declararem os verdadeiros ganhos), queixa-se da crise mas nem é capaz de cumprir com as suas obrigações fundamentais que em muito contribuiriam para uma melhoria do estado de situação actual, nem é capaz de pensar que por certas e determinadas atitudes, estas chique-espertices é que contriibuem para que o sistema não funcione. Agora contra isto, alguém pode acusar o socialismo de alguma coisa? Culpem os portugueses. Qualquer ideia de Governo tem que ter por base fundamental um elemento: a ajuda da própria população na resolução dos seus problemas. De que serve ter o melhor sistema jamais inventado, se o povo não o cumpre? Venha o PSD,o PP,o BE ou mesmo o PND, ninguém consegue fazer nada sem a ajuda dos próprios portugueses.
A solução? Educar. Fiscalizar mais apertadamente todas estas situações. Mostrar aos portugueses que só têm a ganhar a cumprirem e que fugir às responsabilidades para com toda a sociedade pode trazer benefícios a curto-prazo, mas a longo prazo, até mesmo a médio prazo, todos serão prejudicados. Sem uma alteração de mentalidade, venha quem vier e seja que Governo for, ninguém conseguirá apresentar resultados.

Agora deixo-vos com um pensamente do meu pai:
- Nunca o Governo foi tão criticado porque para além de tirar aos pequenos,vai agora também tirar aos "grandes" e, esses sim, se sentem ameaçados.
publicado por Luís Pereira às 23:00
link do post | comentar

Sobre nós

Benvindo ao Blog do Núcleo de Estudantes Socialistas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local de discussão política e fraterna, à esquerda da indiferença, mas sempre no centro da participação.

Site Oficial do NES/FDL

Site Oficial da JS

Site da FDL

Contribuidores

arquivos

Setembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

participar

participe neste blog

blogs SAPO

subscrever feeds