Terça-feira, 24 de Abril de 2007

Vagos pensamentos



Liberdade...


Valor indissociável da Revolução de Abril é a Liberdade. Contudo é preciso questionar: existe actualmente uma verdeira liberdade em Portugal?
Com o 25 de Abril, Portugal tornou-se um país com uma economia aberta ao exterior, onde se verificou uma evolução cultural e, há imagem do que aconteceu com os portugueses em tempos idos um destino migratório. A tecnologia proliferou e realizaram-se importantes reformas em sectores fulcrais como a saúde, a justiça, a educação e a Administração Pública.
Apesar de todo o progresso verificado nas referidas áreas, é opinião generalizada, Portugal ainda está na cauda da Europa e muito ainda está por realizar.
Mas, em minha opinião, o maior entrave à transformação do país reside na mentalidade tacanha que está instituida no nosso país. Não se faz X com medo de ser criticado, não se diz Y com medo das consequências, o temor reverencial nas relações interpessoais conduz ao desenvolvimento atrofiado e condicionado da personalidade das pesssoas. Em suma, não existe liberdade de expresssão e de acção( ainda que, tenho plena consciência disso, sempre limitada pela responsabilidade). Muitos preconceitos terão de ser abolidos da sociedade de forma a permitir que todos os individuos sejam e se sintam como tendo direitos e poderes iguais.
Com este texto, não quero retirar valor à revolução e ao desenvolvimento social que tem uma íntima conexão com esta. No entanto, é preciso reconhecê-lo, o caminho ainda é longo e um novo impulso social é preciso...
publicado por NES-FDL às 18:10
link do post | comentar
2 comentários:
De Fábio Raposo a 27 de Abril de 2007 às 22:23
"Revolução...
Bora lá fazer a put* da revolução
Dar a volta a esta merd* de uma vez por todas,
Eu não consigo pactuar com este estado de coisas
Tá na hora de pegarmos no assunto com as nossas mãos

Vamos ver...

Segunda não dá jeito porque saio sempre tarde.
À terça e à quinta tenho terapia, não dá 'pra faltar.

Às quartas tenho a lerpa com a rapaziada
Sabes que a cartada é sagrada,
Boy, não me digas nada!

Sexta-feira é dia de apanhar uma bela touca.
Sábado levo o puto ao happy meal, com um sorriso na boca

Resta o domingo, só espero não tar muito cansado.
Se o benfica não jogar, boy, tá combinado!"

Artista: «Da Weasel»
Álbum: «Amor, escárnio e maldizer»
Faixa: (10) - «Bora lá fazer a puta da revolução.»

Nada mais a dizer. Abraço.
De PedroSilveira a 25 de Abril de 2007 às 18:24
Grande artigo, como já nos habituaste. Sobriedade impressionante, concordo com tudo o que disseste.

Um abraço.

Comentar post

Sobre nós

Benvindo ao Blog do Núcleo de Estudantes Socialistas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local de discussão política e fraterna, à esquerda da indiferença, mas sempre no centro da participação.

Site Oficial do NES/FDL

Site Oficial da JS

Site da FDL

Contribuidores

arquivos

Setembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

participar

participe neste blog

blogs SAPO

subscrever feeds