Sábado, 9 de Junho de 2007

Política e Pulítica


- O "dossier Ota" está a transformar-se a pouco e pouco num assunto vital para o Governo de José Sócrates. As absurdas e disparatadas decalarações de Mário Lino, a intervenção de Cavaco Silva, o lançamento sucessivo de alternativas, o pedido por parte da oposição de retrocesso na decisão, o aproximar da aberturas dos concursos de concessão... tudo isto agudiza a situação. Numa altura em que se caminha para os anos finais do mandato, este poderá ser um assunto decisivo para uma enventual reedição da maioria absoluta.

- Foi com grande prazer que assisti na transacta semana à projecção mediática das duas maiores juventudes partidárias portuguesas: a JSD com o outdoor do camelo, a JS com o outdoor contra a homofobia. Mas é pena que somente isso seja possível em questões polémicas, em questões de choque da opinião pública. Culpa das jotas? Da comunicação social? Das pessoas? A analisar...

- O NES inevetavelmente encerra com o ano lectivo o cerne da sua actividade regular. Mantenham-se no entanto ligados ao que se vai passando na JS e no núcleo através do blog, do site e da newsletter. Entretanto bons exames!

publicado por NES-FDL às 22:12
link do post
De Flecha Ruiz a 12 de Junho de 2007 às 13:13
Com a Ota passa-se o seguinte:
A conversa é antiga, não foi no Governo de Durão Barroso que esta questão surgiu. Foi, no entanto, com esse Governo que se começou realmente a dar crédito à questão pela célere incomportabilidade do Aeroporto da Portela.
Apesar disso, cerca de 5 anos passados, a discussão mantem-se e ora está tudo nos conformes, ora volta tudo ao inicio.
Importa que a AR perceba o seguinte (se me é permitido opinar)- Estudos e mais estudos darão o resultado que a entidade que os encomendou quer que dê. Não que haja vicio (pelo menos não na maior parte) mas simplesmente porque a leitura de dados é feita com a procura de determinado resultado.
Mal comparado (perdoem-me!) temos, por exemplo, o Benfica...não ganhou nada, mas os benfiquistas continuam a afirmar que foi a melhor equipa do ano. Cada um verá sempre o que quer ver.
Agora aparece Alcochete. O Gov viabiliza essa opção numa tentativa, talvez, de suavizar as declarações de Mário Lino...parece-me.
Estudos e mais estudos custam dinheiro, não obstante necessários. Mas é preciso assim tanto estudo por tanta identidade sobre tanta coisa? Compreendo que seja inevitável para que daqui a uns anos não se tenha de fazer outro...mas acho que já foram feitos os suficientes.
Outra questão é pela hipótese de ser necessário um aumento daqui a 30 anos...acho que 30 anos não é assim tanto tempo para um Aeroporto. Que tal pensar já em grande, gastar-se mais uns milhões mas fazer uma coisa à séria? Por que é que já se pensa em alargar daqui a 30 anos e não se pensa já fazê-lo para 50 anos?
Leigamente, questiono-me, por que é que já se está a falar em aumentar algo que ainda nem feito está? Façam-no já com esse aumento.

As juventudes têm cada vez mais peso. Só quando me vi numa é que me apercebi que é mais que meia-dúzia de meninos a brincar à politica. Embora ainda os haja, mas isso também os há em graúdos. Continuo a achar, no entanto, que as Jotas estão demasiado presas ao Partido. Há, necessariamente, um vínculo, mas enquanto que os Partidos estão mais orientados para outro tipo de situações, e inevitavelmente, terão de ter em conta a opinião pública as Jotas são mais soltas, não se preocupam com sondagens. As Jotas são mais jovens, consequentemente mais modernas e têm mais consciência do dia-a-dia!
O membro da Jota é estudante, sabe o que nos aflige!
O membro da jota está em inicio de carreira, sabe o que nos aflige!
O membro da jota anda no seu Micra, AX, Fiesta ou 106, sabe o que custam as manutenções!
O membro da Jota não tem conhecimento dos problemas com base em estudos e mais estudos, o membro da Jota conhece porque os vive e está ao lado de quem os vive. Daí a importância de uma jota que, tal como eu ignorantemente pensei, tem pouca credibilidade nos media e mesmo na população.
Daí considerar que as Jotas deviam ser mais impulsivas e menos automatizadas pelos Partidos. Talvez assim fossem levadas mais a sério...todos tinhamos a ganhar.

Quanto ao NES...foi mais um ano, para o ano ainda será melhor. Sinto orgulho em ter sido um dos impulsionadores para um acordar de um NES mórbido e parado para o mais importante NES do país. Para o ano cá estaremos. E já agora a ver se se organiza o tal fim-de-semana!
Abraços
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Sobre nós

Benvindo ao Blog do Núcleo de Estudantes Socialistas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local de discussão política e fraterna, à esquerda da indiferença, mas sempre no centro da participação.

Site Oficial do NES/FDL

Site Oficial da JS

Site da FDL

Contribuidores

arquivos

Setembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

participar

participe neste blog

blogs SAPO

subscrever feeds