Domingo, 14 de Maio de 2006

O repovoamento do interior de Portugal...

Recentemente uma pequena vila do interior de Portugal, que até agora só era conhecida por ser o centro geodésico do país e por aparecer na TV por altura dos fogos, tornou-se notícia da noite para o dia, aparecendo em tudo o que é jornais e telejornais... Tudo devido ao facto de a sua Presidente de Câmara ter decidido "repovoar" o seu concelho com famílias provenientes do Brasil. Esta vila portuguesa dá pelo nome de Vila de Rei, e para quem não sabe fica localizada no sul do distrito de Castelo Branco, sendo que a sua populaçao residente tem vindo a decrescer de forma vertiginosa nas últimas décadas.
Cabe tomar opiniao neste assunto.
Da minha parte considero-me uma pessoa com alguma moral para dissertar sobre esta situaçao, porque tenho laços familiares com a região em causa (zona de Castelo Branco) e estou por dentro dos problemas que a afectam. Tendo em conta o que conheço e sei a este respeito estou plenamente de acordo com atitude da Presidente da Câmara. Esta presidente já dá aos casais que sejam residentes em Vila de Rei e que lá se casem e estabeleçam um subsídio, e dá igualmente um subsídio aos casais que lá tenham filhos. E esta tomada de posiçao nao aparece do nada, surge no seguimento de um esforço que tem de ser feito, já que a regiao em causa está praticamente deserta, grande parte da maioria da populaçao é constituida por idosos, a juventude ou emigra ou foge para grandes cidades. Em vila de rei nao ha desemprego... existe sim é falta de pessoas para trabalhar!
É importante tomar medidas para evitar que esta zona, e muitas outras espalhadas pelo nosso país, se tornem em verdadeiros desertos!
Assim, a Presidente de Câmara esteve muito bem ao tomar esta atitude, dando todas as condições aos brasileiros que vieram: têm emprego e casa garantidos.
Ao que parece a Câmara Municipal já tinha tentado encontrar pessoas na região que quisessem ir trabalhar para Vila de Rei, tendo para isso recorrido aos Centros de Emprego... mas ninguém aceitou essas propostas.
Por isso não percebo o porquê de tanto alarido por parte dos partidos de extrema-direita. Os portugueses nao foram para lá porque não quiseram, estao á espera de quê? Que se torne num deserto?
Deixem-se de discursos racistas e xenófobos e deixem em paz quem quer fazer alguma coisa pelo desenvolvimento do interior do país, deixem estar descansados os brasileiros que apenas vieram para Portugal ganhar a vida honestamente...
publicado por NES-FDL às 01:55
link do post
De Flecha Ruiz a 18 de Maio de 2006 às 09:43
Não me façam querer que num país de 11 milhões de habitantes(dos quais não sei quantos são estrangeiros)...não há 150 portugueses a querer ir para Vila do Rei...essa não consigo que passe!

Serão quase de certeza marginais e exemplo claro e vivo disso é o que se passa com os oriundos dos PALOP...e atesto isso com relatos na primeira pessoa e, como se não bastasse, com relatos de amigos e, como se voltasse a não bastar, com dados da PSP, GNR, PJ e o que houver de policia neste país.
E tu, Fábio, sabes e conheces essa realidade tão bem ou melhor que eu.

Não é linear "Filho de imigrante é assaltante"...há gente honesta por todo o lado e também há filhos de portugueses que sempre tiveram tudo e vão para a rua assaltar por dá cá aquela palha mas as coisas são como são e não há que negar...isso seria tentar mandar areia para os olhos de uqem conhece as situações.

Urge, de facto, uma nova política e um melhor controlo às imigrações...sou completamente contra as legalizações em massa porque o presidente, ministro ou representante dum país que tem uma grande comunidade em Portugal vem cá e para ser simpáticos toca de chamar tudo o que é estrangeiro ilegal e fazermos a vontade.
Porque é que o imigrante que procurou arranjar visto de trabalho e pôr a burocracia toda em ordem (aqui justifica-se plenamente a burocracia), que teve tanto trabalho a orientar as coisas como manda a lei para vir para cá passados uns meses se vê a braços com uma igualdade com o fulano que veio pela calada e se deixou ficar até a coisa se regularizar? Por certo pensa que teve trabalho para nada! Mais valia ir pela ilegalidade porque cada vez mais se contraria um príncipio básico que refere que "não há igualdade na ilegalidade"...ou pelos vistos há!

Mas os media adoram dar cobertura a estas coisas...como se viu há uns tempos atrás aquando a operação "torre de controlo" em que a policia entrou por um bairro a dentro e confiscou uma série de material bélico...
Mas o importante ali era referir que o policia deitou a porta a baixo e partiu isto ou aquilo...entrevistar a coitadinha da habitante que tinha uma caçadeira comprada na candonga há 2 meses a um cigano e que nunca tinha disparado..vamos lá a ser inteligentes e a pensar se houve a MINIMA colaboração que fosse por parte dos habitantes atingidos pela operação, que não se justificaria uma intervenção como a que foi efectuada. Reparem que pelos vistos andavam aos tiros aos aviões...mas a policia e a sua mania de usar a força...

Ou então no Bairro do Fim do Mundo em que se via uma cigana muito revoltada porque ia ser realojada a preço zero numa casa só com 3 quartos quando ela tinha 7 filhos e o marido a dormir em casa, perfazendo um total de 9 pessoas!! E jurou a pés juntos que não mudava de casa (da barraca para um apartamento) porque não lhe davam condições!!! Sim, porque a barraca onde antes habitava era muito melhor, por certo.

Ou ainda outra à porta do tribunal após ser sentenciada a uns tempos de prisão a gritar em plenos pulmões que era uma injustiça o que lhe estavam a fazer!! Que o país era uma vergonha porque o marido, o irmão e os dois filhos mais velhos já estavam presos, o que é que ela agora ia fazer...Realmente, que mania que a Justiça portuguesa tem em prender familias inteiras por coisa nenhuma!

Há uma necessidade de fazer dos imigrantes uns coitadinhos...é certo que necessitam de mais ajuda e apoio por motivos óbvios que não vale a pena referir, mas vamos tratar as coisas pelos nomes.

E neste caso concreto, não me façam acreditar que não há 150 portugueses para enfiar nessa terra pelas mesmas condições.
Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Sobre nós

Benvindo ao Blog do Núcleo de Estudantes Socialistas da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, local de discussão política e fraterna, à esquerda da indiferença, mas sempre no centro da participação.

Site Oficial do NES/FDL

Site Oficial da JS

Site da FDL

Contribuidores

arquivos

Setembro 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Outubro 2008

Setembro 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

participar

participe neste blog

blogs SAPO

subscrever feeds